Maria Emilia Libório

Emilia Liborio2

A côr verde é de esperança

A côr ver de é de esperança

que não devemos esquecer

o nosso Sporting é campeão

E vai jogar para vencer

 

Maria Emília Libório

Dia de Sao Martinho

O nosso filhinho nasceu
Era mesmo muito pequenino
Mas não nos importamos
Foi aceite com muito carinho
 
Hoje quis aqui jantar
Este pequeno grupinho
O nosso filho fez anos
No dia de Sao Martinho
 
Com muitos parabéns
Lhe desejamos com carinho
Viva o nosso Jorge
E ao dia de Sao Martinho
 
É comer e encher a barriga
Porque beber é só um pouco
Para beber muito vinho
Só o faz quem é louco
 
Hoje é dia de comer castanhas
Aguardente e vinho
Se alguém for à feira
Fica todo molhadinho
 

Maria Emilia Libório

Desabafos

Dia dos avós

Agora velhinhos somos 
É normal em todos nós
Também já fomos papás
E agora somos avós
 
Isto foi a primeira fase
Em que fomos avós
Na parte que nos toca
Também passarmos a bisavós
 
Quando nos puxam para trás
Como se nada sejamos
É uma tristeza na alma
Sobre aquilo que amamos
 
A vida é assim 
E não se pode evitar 
É aguentar com calma
Até deus nos levar
 
Nós tudo fizémos pelos filhos
Que às vezes não nos dão valor
Mas os nossos corações
São uns dispositivos de amor
 
Será que há recompensa?
Para quem nos trata mal?
Pode ser que um dia...
Haverá quem lhes faça igual...
 
Hoje estou aqui
Amanhã posso estar além
Mas o que é preciso 
É na vida estarmos bem
 
Ser idoso não importa
E não há que ter medo
Pois para se ser idoso
É porque nascemos mais cedo
 

Maria Emilia Libório

A Mocidade

A Mocidade é linda
 
Cheia de força e vitalidade
mas se não for bem cuidade
não chegarão à nossa idade
 
A vida é muito bela
Termos olhos para apreciar
Ter amigos e família
E um coração para amar.
 
Ser idoso não importa
São só os anos a passar
E continuam passando 
Só temos que os aproveitar
 
A minha vida não foi fácil
Para chegar a esta idade
pois são muitos e bem
Agora só peço uma coisa
Vamos lutar até aos 100
 
Estou muito feliz
mesmo a atraverssar a crise
e como estamos entre amigos
façam lá um grande sorriso
 

Maria Emilia Libório