• baile.jpg
  • IMG_1859a.jpg
  • IMG_1866a.jpg
  • IMG_2394a.jpg
  • IMG_2438a.jpg
  • IMG_2454a.jpg
  • IMG_2459a.jpg
  • IMG_2802a.jpg
  • IMG_3097a.jpg
  • IMG_3322a.jpg
  • IMG_3337a.jpg
  • IMG_3338a.jpg
  • WP_20140514_03_09_00_Pro.jpg

ALFABETIZAÇÃO NA 3ª OU 4ª IDADE

HISTÓRIA DE UMA MENINA VALENTE

Como professora de alfabetização, em regime de voluntariado no C.Sénior de Portimão tive oportunidade de ouvir histórias de vida,verdadeiramente impressionantes.
Ora escutem tal como ma contou a narradora, essa "menina valente " que dá título à minha participação de hoje.
Noutros tempos, Portimão era uma cidadezinha pequena, mas com muita vida na ribeira (Rio Arade), nas fábricas de peixe, nos fumeiros e na agricultura.
Em volta da cidade, abundavam campos cheios de figueiras, de amendoeiras e de alfarrobeiras, que ,hoje estão ao desprezo ou já nem existem, pois em seu lugar, há prédios e mais prédios.
Esta menina, hoje uma simpática sénior que anda no C.Sénior de Portimão, era como muitas da idade dela, já uma mulherzinha, quando tinha apenas dez anos de idade.
Muito amiga de trabalhar, procurava ser perfeita em tudo que fazia e vai daí, arranjaram-lhe trabalho no fumeiro do senhor Taquelim e, ela não se fez rogada. Aceitou com agrado e ali aprendeu a trabalhar nessa actividade.
Os figos doces como o mel devido ao clima do Algarve eram secos ao sol e iam depois para os fumeiros a fim de serem vendidos e exportados.
A dita menina pegava nos figos um a um e com os seus dedinhos pequeninos mas ágeis ia-os espalmando, fazendo-os alongar e tomar aspeto bem apetitoso. Eram tratados os figos para não criarem bicho e depois cuidadosamente acamados numa ceira de empreita que, cheia devia pesar uma arroba. Estas ceiras eram então arrumadas num depósito, até serem exportados os frutos que rendiam bom dinheiro.
Ora a nossa valente menina chegava a transportar duas ceiras ao mesmo tempo até ao depósito. Duas arrobas quando ela pouco mais peso tinha que isso. Até o patrão chegou a dizer-lhe:-ò Moça, isso não será demais para ti?Mas ela orgulhava-se do que fazia.
E sorria...Outros tempos! E que tempos !...
  • Visualizações: 422

Santo António de Lisboa

Santo António nasceu em lisboa, no ano de 1195, e recebeu o nome de batismo, (Fernando). Era o unico herdeiro de Martinho, nobre pertencente ao clã Bulhões y Taveira de Azevedo. Os primeiros 8 anos, foram passados nas cidades de  Lisboa e Coimbra, dedicados aos estudos. Nada passou despercebido aos seus olhos.
 
De pregaçao em pregaçao, de povoado em povoado, tendo morrido pelo caminho aos 36 anos, os seus restos mortais foram transladados para a enorme Basilica em Padua (dai os italianos, dizerem que o santo Antonio é italiano). Mas voltando ao nosso santo Antonio, ele era atrevidote e partia as bilhas quando as raparigas iam buscar agua à fonte, dai ser conhecido por ser casamenteiro. Mas tudo isto vem porque ouvi uma noticia que achei graça, sabia que Portugal ficou em o terceiro lugar numa estatística mundial sobre romantismo? Já deu para ver que somos um país de romanticos..... será?
 
Como gostaria de saber....e para o saber peço vos um gosto

 

E já agora, aqui um verso ao amor, espero que gostem

Ler mais: Santo António de Lisboa

  • Visualizações: 2016

A Mocidade

A Mocidade é linda
  • Emilia Liborio1
Cheia de força e vitalidade
mas se não for bem cuidade
não chegarão à nossa idade
 
A vida é muito bela
Termos olhos para apreciar
Ter amigos e família
E um coração para amar.
 
Ser idoso não importa
São só os anos a passar
E continuam passando 
Só temos que os aproveitar
 
A minha vida não foi fácil
Para chegar a esta idade
pois são muitos e bem
Agora só peço uma coisa
Vamos lutar até aos 100
 
Estou muito feliz
mesmo a atraverssar a crise
e como estamos entre amigos
façam lá um grande sorriso
 
Maria Emilia Libório
  • Visualizações: 1209

ALFABETIZAÇÃO NA 3ª OU 4ª IDADE

É um facto. Toda a gente gosta de saber ler e, uns tiveram a sorte de aprender esta arte em pequeninos, outros não, o que não quer dizer que não sejam igualmente válidos e inteligentes e sabedores.
É o caso. A Virgínia tem hoje oitenta e seis primaveras (faz anos em Abril!…), nasceu na fresca Serra de Monchique e depois de viúva, veio morar para Portimão onde assiduamente visita o Centro de Convívio Sénior de Portimão e procura aprender a ler cada vez melhor.
 
É dela ou da memória dela que retirei esta história:

 

Amor nas profundezas do mar-

A pata-roxa e o salmonete

 

Ler mais: ALFABETIZAÇÃO NA 3ª OU 4ª IDADE

  • Visualizações: 945

Portimão em movimento

Bom dia, boa tarde ou boa noite, em qualquer ponto do mundo, eu escrevo aqui no meu solarento Portimão.

Chamo-me Cristina Girardin, vivo em Portimão à 14 anos, gosto de pintutra em tecido, artes decorativas e estou aqui no nosso portal, que está a ser a menina dos meu olhos.

 

Já repararam, que o nosso Portimão está a ficar mais bonito? 

Ora vejam: a rua Drº Tomé esta a ficar mais bonita, pintada, e ficar linda?

 

Ler mais: Portimão em movimento

  • Visualizações: 2267

Apresentação

O Centro de Convívio Sénior de Portimão é um espaço de actividades proporcionado pela autarquia à população idosa de Portimão, que proporciona serviços em duas áreas distintas: por um lado, actividades ocupacionais, lúdicas e de bem-estar físico e mental; por outro lado, um espaço de informática, com diversificadas actividades de formação e apoio ao acesso à Internet.
É no seio deste espaço que criamos um convívio que combate a exclusão social e que estreita laços entre pessoas que ainda têm muito a nos dar.
Este portal é um espaço dos seniores e para os seniores, onde além das actividades que decorrem no C.C.S. vamos apresentar as suas histórias e os trabalhos que por aqui se fazem.
 

  • Visualizações: 1244